+55 (47) 2101-7070
Voltar

Compliance: Transparência e segurança na Gestão da Tesouraria

17 Janeiro 2023

Apenas um alto volume de vendas não é o suficiente para o sucesso de uma empresa. Em conjunto, as boas práticas de tesouraria e de contabilidade garantem a saúde da corporação e a perpetuidade do negócio, junto aos seus investidores.

É por este motivo que o tema Compliance ganha cada vez mais relevância, pois sem ele é possível encontrar dificuldades para gerenciar adequadamente os riscos da empresa, deixando-a suscetível a multas e sanções dos órgãos reguladores.

 

Práticas eficientes da gestão de tesouraria


Como diz o conhecimento popular, onde quer que haja dinheiro circulando, fraude e má administração são riscos. 

As transformações nos sistemas econômicos e políticos fizeram com que os órgãos reguladores tornassem os controles mais rígidos, o que também reverberou nos custos e riscos associados à não conformidade.

E, para garantir a conformidade de toda a empresa, é preciso que a equipe de tesouraria tenha foco em alguns problemas-chave em que a área está sujeita — suscetibilidade à corrupção e perdas financeiras, que valem destacar.

Tesouraria e Compliance

Veja abaixo 3 práticas eficientes para o Compliance na Tesouraria: 

  1. Transparência nos dados

As rotinas do setor financeiro dependem da solidez das informações reportadas. Por este motivo, as atividades dos profissionais necessitam de ferramentas compatíveis com a realidade da empresa. Isto reflete no desempenho dos analistas, com um trabalho mais produtivo, analítico e íntegro.

Nunca é demais lembrar que os objetivos de toda tesouraria podem ser resumidos em: reduzir riscos; trazer informações com maior confiabilidade; e realizar análises mais qualitativas.

  1. Segurança da informação

Ter um ambiente seguro é uma prioridade para que as empresas possam minimizar o risco de suas operações. 

E quanto ao papel da tecnologia em facilitar e agilizar o trabalho da tesouraria, neste ponto, soluções que tenham ampla capacidade de integração com plataformas robustas, como ERPs e outras ferramentas de gestão também em nuvem, garantem visibilidade, flexibilidade, segurança, disponibilidade de dados, minimização de erros e outras vantagens operacionais e de apoio gerencial.

  1. Ferramentas eficientes para gestão financeira

As planilhas, além de onerosas e prejudiciais ao desempenho da equipe, oferecem riscos à integridade das informações da tesouraria, o que faz com que os esforços de conformidade estejam em constante suspeição. Não é exagero declarar, portanto, que as planilhas são inimigas do programa de Compliance: este precisa gerar a confiança de que tudo está sendo coordenado de maneira isenta e segura.

O protagonismo que a tecnologia em nuvem promove à atuação da tesouraria se deve às diversas vantagens oferecidas para as empresas que a adotam, sobretudo:

  • Conformidade e visibilidade das informações;
  • Registros de movimentações de usuários;  
  • Notificação de erros por intervenção humana durante a execução de processos; 
  • Notificação de processos em situações críticas;
  • Aumento da capacidade de intervenção, gestão e controle sobre áreas sensíveis.

 

Tecnologias no apoio à gestão e integridade corporativa


No esforço de conduzir a gestão de tesouraria a um patamar de mais conformidade legal, o uso de um sistema para a gestão completa das operações financeiras e covenants é essencial, o que pode tornar a área condutora dos esforços de Compliance da empresa como um todo. 

Veja alguns dos benefícios da Gesplan para o Compliance e gestão das empresas:

  • Integridade e conformidade com as regras locais e internacionais (SOX, IFRS);
  • Contabilização automatizada, integrada aos principais ERPs do mercado;
  • Controle do custo financeiro e maior visão sobre necessidades - ou não - de alavancagem; 
  • Integração automática das informações financeiras e contábeis;
  • Maior visibilidade de risco de crédito e liquidez, podendo evitar maior custo de dívida;
  • Eficiência dos controles internos e assegurando maior exatidão nas demonstrações contábeis.

 

Leia também:  [Artigo] Sistema em nuvem como diferencial nas decisões ágeis da Tesouraria

Gestão de Operações Financeiras

Gerencie os contratos de aplicações, dívidas, fianças, mútuos, derivativos e contabilização de todos os eventos dos contratos financeiros, como variação cambial, provisões, CP/LP etc. com o sistema para Gestão de Operações Financeiras Gesplan.

  • Aplicações: Controle de saldos brutos e líquidos, através da segregação dos valores pertinentes à rendimentos, impostos, IOF, Come-cotas e demais encargos.
  • Captações: O WFN Financing conta com uma vasta gama de operações de empréstimos e financiamentos mapeadas.
  • Derivativos: Gestão de contratos de Hedge, como NDFs e Opções, além das operações de SWAP.
  • Mútuos e Intercompanies: Máxima eficiência no controle, atendendo IOF e IR de forma totalmente automática e integrada ao fluxo de caixa.

 

Gestão de Covenants 

Os covenants são índices de cobertura que precisam ser respeitados, determinados em outras operações de financiamento das companhias e, se são desrespeitados, o credor pode exigir a execução da dívida.

Com a solução da Gesplan para a Gestão de Covenants e cláusulas contratuais, é possível mitigar riscos, com automação e compliance. 

O software Gesplan automatiza e potencializa as boas práticas da Tesouraria.
Fale com nossos especialistas e conheça o sistema integrado para uma Tesouraria inteligente e colaborativa.

 

Kit Tecnologias na Tesouraria

04 Abril 2024

FP&A: O que é e por que é fundamental para a sua empresa?

Envolvendo atividades de planejamento, previsão, orçamento e funções analíticas, O FP&A é um conceito eficiente para...

Continue lendo
20 Março 2024

O Papel do profissional de TI na Transformação Digital da Gestão Financeira

O sucesso de uma companhia vai muito além da gestão de capital. Hoje, a integração entre times é o verdadeiro impulsiona...

Continue lendo
21 Fevereiro 2024

Mercado de capitais: o que podemos esperar para 2024?

Quem acompanha o universo dos investimentos sabe: em 2023, o mercado de capitais passou por momentos difíceis. Mas quais...

Continue lendo