+55 (47) 2105-5000

IFRS 16 (CPC 06 R2): Contratos de Parcerias Agrícolas

06 Maio 2020

A norma IFRS 16/ CPC 06 R2, não se restringe aos arrendamentos mercantis. Ela inclui todos os tipos de contratos que, dentro das “condições estabelecidas pela norma”, transferem o direito de uso de um ativo. 

Saiba mais sobre a mudança, impactos fiscais e um roteiro para adequar-se à norma IFRS 16 – Baixe o eBook

Como exemplos mais comuns de contratos de arrendamentos, temos: Locação de imóveis, máquinas, equipamentos e veículos. Também, no caso dos negócios agrícolas, o direito de uso de propriedade rural, entre outros. Ou seja, a norma é bem ampla e abrangente e se enquadra a diversos ramos de atividades desde indústria, serviços, comércio, até o caso do agronegócio nas “Parcerias Agrícolas”.

Neste artigo, você vai entender melhor tudo isso. Continue lendo!

Agronegócio: Parcerias Agrícolas

As Parcerias Agrícolas são práticas comuns na atividade econômica do agronegócio. Elas consistem em operações conjuntas, entre o arrendador e o arrendatário, sobre a exploração da terra.

Nesta modalidade de contrato, os pagamentos estão atrelados ao desempenho da terra, variando pelos preços das commodities (café, soja, açúcar, cana, etc.). E também pela produtividade da terra em si, inclusive alterando seu volume por sacas ou toneladas produzidas, dentro do período contratado.

Em suma, o IFRS 16/CPC R2, exige que tais contratos sejam mensurados de acordo com as parcelas fixas na essência. Isso gera enormes desafios no controle, contabilização e projeção de tais contratos.

WFN Lease: Adequação de contratos de Parcerias Agrícolas ao IFRS 16

Lançado em 2018, o WFN Lease é uma solução desenvolvida para administrar os contratos de locações e arrendamentos de qualquer segmento. Atendendo mais de 300 empresas, controla hoje mais de 50.000 contratos.
O software está disponível em nuvem. Ele abrange todas as regras de cálculo e modelos contratuais, tornando ágil e automatizadas todas as projeções de reajustes e cálculos a valor presente, com o reconhecimento financeiro e contábil das posições dos contratos.

O WFN Lease possui em sua base, modelos de conhecimento (templates) com as metodologias específicas de cálculo para o agronegócio. E também automatiza suas mensurações, sejam elas vinculadas aos preços das commodities ou com índices de correção, como IPCAs ou ATRs (Açúcar Total Recuperável / Consecana).

Através de relatórios dinâmicos e integrações automáticas com os principais ERPs do mercado, o WFN Lease permite o gerenciamento em tempo real dos seus contratos e compromissos de arrendamentos em parcerias agrícolas.

→ Leia também: Por que você precisa de um sistema para adequação à norma IFRS 16 / CPC 06?

Conheça algumas funcionalidades do WFN Lease para o Agronegócio:

  • Gestão de contratos por gênero de Parceiras; por Unidade, Localização e Estado; por volumes quantitativos (Sacas ou Toneladas);
  • Controle dos preços negociados;
  • Índices de reajustes por commodities (Soja, Açúcar, Algodão, etc);
  • Controle por Ano Fiscal e Ano Safra;
  • Mensuração automática do Ativo de direito uso e Passivo de arrendamento.

Saiba mais sobre o WFN Lease: agende uma apresentação com um de nossos consultores.

Deixe um comentário

20 Outubro 2020

Impactos do controle financeiro no faturamento de sua empresa

Um dos aspectos fundamentais para que um negócio atinja as suas metas financeiras é ter um controle financeiro adequado....

Continue lendo
14 Outubro 2020

[Case] Como o Grupo Martins tornou os processos mais eficientes no controle da norma IFRS 16

O Grupo Martins foi fundado em 1953 e, em sua trajetória, construiu uma história de muitas conquistas, tornando-se um do...

Continue lendo
01 Outubro 2020

Análises qualitativas: a importância de um software de controle de operações financeiras

Uma análise qualitativa tem papel importante no entendimento do negócio, de modo a apresentar os cenários micro e macroe...

Continue lendo