+55 (47) 2101-7070
Voltar

FP&A: O que é e por que é fundamental para a sua empresa?

04 Abril 2024

Envolvendo atividades de planejamento, previsão, orçamento e funções analíticas, O FP&A é um conceito eficiente para tornar a tomada de decisões assertivas e embasadas.

Como tomar as melhores decisões na gestão financeira corporativa? Essa é uma pergunta que sempre acompanha gestores, CFOs e especialistas em finanças que desejam aprimorar o desempenho de seus negócios. 

Mas, fato é que a preocupação é válida: diante esse cenário volátil e altamente competitivo que vivemos, a missão de administrar o capital de uma empresa tem se tornado cada vez mais complexa, afinal, a sabedoria empírica e as opiniões dos líderes corporativos já não bastam como únicos alicerces por trás das escolhas que impactam o patrimônio empresarial.

Na era atual dos dados, a eficácia da gestão financeira está ligada ao uso inteligente da tecnologia e à elaboração de bons planejamentos estratégicos. E é justamente por isso que o conceito de FP&A tem sido tão importante para as corporações de sucesso. 

De ferramentas analíticas e práticas data driven, até técnicas de projeção orçamentária, essa abordagem oferece vários recursos valiosos para quem deseja impulsionar a saúde financeira dos negócios. 

FP&A: como o conceito está mudando a realidade do mercado financeiro corporativo?

FP&A é a sigla para a expressão inglesa Financial Planning and Analysis, comumente traduzida como Planejamento e Análise Financeira.

De maneira resumida, o termo se refere a um conjunto de procedimentos, atividades e processos internos que servem para planejar, organizar e prever as movimentações financeiras de uma empresa. Ou seja, mais do que traçar planos de ação para atender às demandas orçamentárias da companhia, os responsáveis pelo FP&A exercem funções analíticas, combinando dados de diversos tipos para gerar insights de valor para os negócios. 

Pense na infinidade de escolhas complexas que os gestores corporativos precisam enfrentar todos os dias. Quais investimentos realmente valem a pena? Como uma nova aquisição pode impactar o patrimônio da empresa? Será que o lucro líquido acompanharia um eventual aumento de receita de forma proporcional? Esses são apenas alguns exemplos de questões que as técnicas de FP&A buscam responder.

Por meio do levantamento e da análise de dados, a abordagem é capaz de projetar cenários, avaliar investimentos, traçar metas de performance e indicar quais caminhos são mais rentáveis para a empresa.

4 etapas para implementar a estratégia na sua gestão financeira

Nas grandes companhias, é comum encontrar times inteiros dedicados às funções citadas, com profissionais especializados que trabalham em conjunto com o CFO e com as equipes de tecnologia. Entretanto, as vantagens proporcionadas pelas estratégias FP&A podem transformar a gestão financeira em negócios de qualquer porte, proporcionando a elaboração de planejamentos orçamentários eficientes.

Para quem deseja iniciar nesse caminho, os primeiros passos a serem seguidos são:

1 - Coleta e verificação de dados

Assim como a tesouraria Data Driven, o FP&A mobiliza estratégias financeiras baseadas em dados. Isso significa que quase todos os processos ligados à abordagem começam em uma etapa essencial: a coleta. As informações levantadas vão de indicadores financeiros até dados operacionais e status fornecidos por ferramentas de monitoramento, como sistemas ERP e data warehouses. Também são levados em consideração fatores externos, como estatísticas demográficas, leituras geopolíticas e atualizações sobre o mercado.

Após a coleta, os dados passam por processos de seleção, padronização e checagem de relevância. Dessa forma, é possível determinar quais das informações podem ser úteis para o planejamento estratégico.

New call-to-action

2 - Planejamento detalhado

A segunda etapa consiste na utilização dos dados selecionados para o desenvolvimento de previsões. Em outras palavras, os responsáveis pelo FP&A elaboram projeções que permitem a visualização dos possíveis rumos que os negócios podem tomar no futuro. 

As simulações englobam expectativas ligadas a questões variadas, como volume de vendas, receita, lucro, fluxo de caixa e riscos financeiros. Essa fase do ciclo de FP&A pode ser executada por meio de diferentes estratégias de projeção, mas as mais comuns são o planejamento preditivo – que funciona por meio da criação de padrões baseados no comportamento passado; e o planejamento por catalisador – uma análise matemática das variáveis que influenciam os principais catalisadores de negócios.

Além das previsões, a etapa de planejamento inclui também a definição de metas financeiras de curto, médio e longo prazo. Com base nas análises preditivas, a equipe de FP&A pode sugerir medidas e planos de ação que contribuam para a concretização dos objetivos determinados.

3 - Definição de orçamentos

Depois que o planejamento está pronto, é hora de alocar estrategicamente os recursos da empresa para tirar os planos do papel. Esse é o momento em que os profissionais de FP&A geram uma estimativa de custos e despesas corporativas de acordo com a receita e com os passos do planejamento estratégico. 

O orçamento costuma ser desenvolvido todo ano, mas deve ser revisado, pelo menos, a cada três meses. Como a situação financeira da companhia pode mudar a qualquer momento, é importante manter o plano orçamentário sempre atualizado. Vale lembrar que esse direcionamento de recursos deve estabelecer tetos de gastos específicos para cada um dos setores e unidades de negócios, de acordo com as prioridades da empresa.

4 - Monitoramento e análise da estratégia

Por fim, outra parte essencial do ciclo de FP&A é o monitoramento da estratégia aplicada. As equipes responsáveis pelo planejamento e análise acompanham de perto o desempenho dos negócios e os dados financeiros da empresa. 

Elas estão sempre de olho nas despesas, no lucro, no fluxo de caixa e em outros indicadores capazes de mostrar se o planejamento orçamentário está funcionando ou se ele precisa de algum redirecionamento. Além disso, os responsáveis pelo FP&A também costumam tirar as dúvidas dos líderes corporativos e até mesmo opinar diretamente nas tomadas de decisões ligadas à gestão financeira.

Guia As 5 práticas de excelência da Gestão Financeira eficiente

 

O papel da tecnologia na efetividade das estratégias FP&A

Como você deve ter percebido, os processos de FP&A são essenciais para as empresas que desejam se adaptar aos novos desafios do mercado.

Por meio deles, os gestores têm acesso a orçamentos e previsões condizentes com a situação real da empresa. Dessa forma, fica bem mais fácil conduzir as decisões corporativas de acordo com o que realmente vale a pena para os negócios. E para quem deseja se beneficiar dessas e de várias outras vantagens, as tecnologias de gestão financeira são uma aliada poderosa. 

Isso acontece justamente porque as estratégias de planejamento e análise exigem uma visibilidade completa de dados muito variados, tornando essencial que as equipes  de finanças tenham em mãos as ferramentas certas, como a solução Gesplan.

O software para planejamento e orçamento facilita o acesso em tempo real às informações financeiras empresariais e automatiza a coleta de dados ao reduzir significativamente o tempo gasto em processos manuais, se consolidando como uma solução inovadora, com toda a leveza e a segurança de uma plataforma baseada em nuvem. 

Em outras palavras, com o software Gesplan, sua empresa otimiza a gestão financeira por meio de funcionalidades como monitoramento da liquidez das operações, sincronização de cotações e taxas, elaboração de relatórios de rentabilidade e controle de movimentações bancárias.

Para saber mais sobre como as soluções da Gesplan podem transformar as finanças do seu negócio, entre em contato com nossos especialistas e solicite uma demonstração!

E-book | Tesouraria 2025 7 Tendências para o futuro e o que esperar delas

 

16 Maio 2024

5 vantagens que os sistemas financeiros em nuvem proporcionam para o setor de TI

Cada vez mais populares no universo corporativo, as tecnologias em nuvem são as maiores aliadas dos times de TI em muita...

Continue lendo
02 Maio 2024

Qual é o melhor caminho para implantar a IA na gestão financeira empresarial?

O uso de IA em finanças tem proporcionado a líderes e especialistas a oportunidade de trabalhar em conjunto com ferramen...

Continue lendo
25 Abril 2024

Como escolher um sistema para gestão de tesouraria?

Ao escolher um software para as finanças, analisar processos, regras de compliance e integrações com ERPs é essencial.

Continue lendo