+55 (47) 2101-7070
Voltar

Compliance financeiro: como os controllers desempenham um papel na garantia de conformidade regulatória

21 Novembro 2023

Na dinâmica atual, são esses profissionais que se destacam na promoção de uma cultura de integridade e conformidade no mundo das finanças.

Também conhecidos como gestores de controladoria, os controllers desempenham um papel estratégico dentro das empresas, especialmente por atuarem garantindo que as transações financeiras sejam registradas corretamente e repassadas aos executivos decisores. Ou seja, são esses profissionais que asseguram que todos os processos de finanças e contabilidade sejam desempenhados exatamente como o esperado, gerando os insights necessários para decisões mais assertivas e eficazes.

No entanto, o valor desse gestor vai além. Parte do trabalho de um controller também envolve a criação e implementação de políticas para acompanhar a precisão e a integridade dos dados, além da administração dos relatórios contábeis. 

Isso faz com que essa posição tenha um função importante dentro de uma companhia, não só supervisionando equipes, mas tomando decisões e cuidando de outros quesitos indispensáveis para a área financeira, como o  atendimento ao compliance.

Como os controllers desempenham um papel crítico no compliance financeiro

A atuação decisiva dos controllers em relação ao compliance está intimamente ligada a certificar que todas as transações da companhia estejam dentro dos padrões regulatórios e, é claro, da legislação vigente. Logo, todos os orçamentos e relatórios devem refletir a situação real, com informações relevantes, confiáveis e precisas, de modo com que a segurança e transparência também estejam presentes nos levantamentos. 

Porém, essa nem sempre é uma tarefa simples. O papel que os profissionais desempenham exige ter amplo conhecimento sobre os procedimentos da empresa, do mercado e da situação econômica atual. 

No entanto, manter atenção a três requisitos básicos, garante a assertividade no trabalho dos gestores de controladoria, sendo eles:

1. Registros

O cuidado com os dados registrados e compartilhados pela empresa envolve a transparência e a confiabilidade, mas quando há sistemas completos que processam grandes volumes de transações, essa atividade se aproxima ainda mais da instrumentalidade, assegurando a confiabilidade dos processos.

Assim, os controllers sustentam os requerimentos legais, o desenvolvimento das operações e o atendimento às condições do mercado - fatores essenciais para evitar fraudes, perda de contratos e danos à imagem do negócio.

2. Auditoria interna

Outra questão essencial relacionada a atuação dos controllers no compliance financeiro é a supervisão das auditorias internas. Isso tem a ver com os processos regulatórios e com os ajustes à legislação. Ou seja, tudo precisa estar de acordo com os requerimentos legais e com as políticas internas, garantindo processos e informações bem ajustados.

Ao acompanhar as audições, esses profissionais ainda se tornam aptos para manter a estrutura interna funcionando exatamente como deveriam, com processos ajustados e transparentes, além de informações seguras para a tomada de decisões assertivas.

3. Gestão de riscos

Por fim, mais uma grande função dos controllers envolve a gestão de riscos, afinal, eles devem usar sua experiência para avaliar e mitigar impactos associados às atividades financeiras – que podem trazer grandes perdas à organização se não observadas de perto. 

A boa gestão, quando se fala em riscos, é essencial para que a imagem da empresa seja bem mantida diante do público e do mercado, já que a prevenção e a detecção de fraudes ou até mesmo multas e sanções de órgãos reguladores, são evitadas com antecedência.
Segurança da Informação na Tesouraria

Como a tecnologia apoia os controllers para atingirem a conformidade com o compliance de forma efetiva

Parte dos desafios dos gestores de controladoria na conformidade com o compliance está no uso de planilhas. A verdade é que as inserções manuais e o acompanhamento dessas ferramentas não automatizadas acaba sendo sinônimo de erros que poderiam ser evitados, especialmente quando há um grande volume de transações.

No final das contas, esses controles paralelos se tornam grandes inimigos nos esforços para trazer mais transparência aos dados e processos corporativos, especialmente no setor financeiro. Assim, todo o empenho para a conformidade acaba ficando sempre com um pequeno nível de alerta, sem a completa segurança sobre a integridade das informações.

Diante de situações como essa, a tecnologia entra como grande aliada dos controllers. Como as soluções em nuvem permitem que a tesouraria saia de uma posição simplesmente operacional e possa tomar seu lugar como agente estratégica da corporação, os gestores têm maior facilidade em manter todas as operações alinhadas às normas e princípios da empresa, bem como às exigências regulatórias.

Em outras palavras, o uso de soluções desenvolvidas especialmente para a tesouraria e finanças proporciona:

  • Conformidade e visibilidade das informações: os dados são inseridos de maneira mais ágil e segura e ficam dispostos com clareza e organização, possibilitando a criação de relatórios e outros recursos essenciais para uma tomada de decisão mais eficaz.

  • Registros de movimentações de usuários: com a tecnologia todos os acessos, inserções e movimentações ficam registrados. Assim, é possível saber quais ações foram realizadas e quem as realizou.

  • Notificação de erros por intervenção humana durante a execução de processos: caso haja qualquer falha ou inconsistência nos registros, o software oferece avisos imediatos para que os ajustes necessários sejam realizados.

  • Notificação de processos em situações críticas: da mesma forma, há avisos com relação a problemas com qualquer procedimento, especialmente em momentos delicados.
  • Aumento da capacidade de intervenção, gestão e controle sobre áreas sensíveis: os controllers têm domínio sobre todos os processos, inserções e movimentações realizadas, mantendo o controle e a supervisão de todas as questões que envolvem as finanças e a tesouraria.

Kit Tecnologias na Tesouraria


Torne sua rotina mais simplificada e garanta o cumprimento das exigências contábeis com as soluções Gesplan

As facilidades e vantagens da tecnologia em nuvem se multiplicam com softwares desenvolvidos exatamente para a tesouraria, como é o caso das soluções Gesplan. Adequadas às normas vigentes e auditoriais – como IFRS 16, SOX e outras –, nossos softwares oferecem integração nativa com os principais ERPs do mercado, além de poderem se conectar com outros programas de diferentes linguagens e plataformas através do nosso Conector.

Entre os sistemas Gesplan estão soluções voltadas para fluxo de caixa, operações financeiras, gestão de obrigações contratuais e outras funções essenciais à controllers comprometidos com um compliance financeiro eficaz. Elas garantem uma visualização plena das movimentações e de todo o cenário organizacional para evitar fraudes e riscos e ainda garantem o atendimento às exigências de conformidade com facilidade.

Se você quer saber mais sobre como a Gesplan pode ajudar sua empresa a manter o compromisso com a conformidade, equipando os gestores de controladoria com soluções completas e essenciais para uma rotina mais simplificada, fale com nossos especialistas.

Tesouraria Corporativa

04 Abril 2024

FP&A: O que é e por que é fundamental para a sua empresa?

Envolvendo atividades de planejamento, previsão, orçamento e funções analíticas, O FP&A é um conceito eficiente para...

Continue lendo
20 Março 2024

O Papel do profissional de TI na Transformação Digital da Gestão Financeira

O sucesso de uma companhia vai muito além da gestão de capital. Hoje, a integração entre times é o verdadeiro impulsiona...

Continue lendo
21 Fevereiro 2024

Mercado de capitais: o que podemos esperar para 2024?

Quem acompanha o universo dos investimentos sabe: em 2023, o mercado de capitais passou por momentos difíceis. Mas quais...

Continue lendo