+55 (47) 2101-7070
Voltar

Sistema em nuvem como diferencial nas decisões ágeis da Tesouraria

29 Agosto 2022

A tomada de decisões estratégicas nas empresas sempre contou com a inteligência financeira. Neste contexto, a expertise dos profissionais do setor possui uma poderosa aliada: a tecnologia, promovendo a performance da área e valor estratégico para os negócios. 

As rotinas do setor financeiro contam com a solidez das informações processadas através dos sistemas corporativos. Por este motivo, as atividades dos profissionais do setor necessitam de softwares compatíveis com a realidade da empresa e informações íntegras. Isto reflete no desempenho dos analistas, com um trabalho mais produtivo, analítico e efetivo.

Felizmente, o ambiente corporativo em sua totalidade, sobretudo o setor financeiro, está sendo contemplado com sistemas eficientes e integrados, como é o caso das tecnologias em nuvem. 

Na tesouraria, as vantagens trazidas por essas inovações incluem: implementação de uma gestão financeira ágil, geração de insights, redução de custos e fornecimento de informações precisas para que CFOs e CEOs possam ter uma visão completa das finanças da empresa.

A seguir, conheça mais sobre o protagonismo que a tecnologia em nuvem promove à atuação da tesouraria.

O papel dos sistemas em nuvem na Tesouraria corporativa

 

Os serviços em nuvem já são uma realidade cotidiana na maioria das empresas. Segundo a Pesquisa do Tesouro Global 2021, realizada pela PwC, 90% dos entrevistados esperam contar com ferramentas que conectem sistemas para compartilhar dados entre os aplicativos, aumentando a relevância da sua função. 

A consultoria identificou as principais metas de investimentos: ganhar eficiência e gerar insights mais impactantes com o foco em melhorias tecnológicas e inovação digital — pontos importantes para estabelecer uma base que englobe serviços em nuvem.

Trata-se de uma tecnologia que serve de base para as empresas. “A nuvem pode ser um catalisador para a transformação dos negócios corporativos; um potencial divisor de águas para a forma como as organizações irão operar no futuro”, conforme destaca a Deloitte, gigante global de consultoria financeira.

A competência desta modalidade de serviços de infraestrutura se deve às diversas vantagens oferecidas para as empresas que a adotam, incluindo:

1. Escalabilidade

As soluções em cloud computing são arquitetadas visando a sua escalabilidade e a capacidade de atender às necessidades das empresas. Com isso, nos períodos de sazonalidade em que são exigidos mais processamentos dos softwares, os recursos são disponibilizados à medida que necessários, evitando gargalos no processamento no aumento da demanda, ou o uso de recursos excessivos no modo de espera. 

2. Robustez 

Um software de tesouraria e gestão financeira deve contar com uma política clara de backup a fim de recuperar dados caso seja necessário — recurso inerente às tecnologias em nuvem. O cloud computing conta com recursos para proteger tudo que foi registrado, ficando protegido de quedas de energia e de conexão, acidentes internos, entre outros imprevistos.

Isso garante mais confiabilidade, resiliência e robustez para a infraestrutura da empresa, evitando a perda de dados, que pode gerar prejuízos de tempo e recursos.

3. Redução de custos

Dispensando a necessidade de instalação e manutenção de servidores físicos, assim como de redes, a nuvem oferece serviços imediatos para a corporação, sem grandes aportes em equipamentos e times dedicados. 

“Um software em nuvem traz melhorias de custo, já que a empresa deixa de ter um servidor físico e, consequentemente, de ter que manter sua infraestrutura. Todo o trabalho manual é absorvido pela nuvem, e os profissionais podem dedicar-se a tarefas mais críticas para empresa.” — comenta Lúcio Filho, speaker do webinar “Tecnologias na Tesouraria: A influência das decisões rápidas”, realizado pela Gesplan.

4. Segurança 

A atualização constante dos softwares e recursos garante um ambiente blindado contra ações maliciosas externas e tentativas de acesso a dados confidenciais. Uma questão de grande relevância para o setor financeiro, afinal, o vazamento de dados sensíveis da empresa sobre suas movimentações financeiras, senhas bancárias e dados de terceiros tem diversas implicações, tanto na esfera operacional quanto na esfera jurídica e podem provocar danos graves à imagem da mesma.

Com o aumento de ataques digitais no mundo todo, ter um ambiente seguro é uma prioridade para que as empresas possam continuar suas operações com tranquilidade.

Por este motivo, recomenda-se que as tesourarias busquem soluções desenvolvidas em nuvem, seja pública, privada ou híbrida, para que sempre as informações sejam processadas e armazenadas com segurança.

Para Raul Bylaardt, Head de Integrações da Gesplan, “o papel da tecnologia em nuvem hoje é facilitar e agilizar o trabalho da tesouraria. Com isso, o acesso às informações passa a ser 24/7, mesmo que o operador não esteja atuando. Ou seja, a tesouraria funciona de modo ininterrupto”.

Neste ponto, soluções que tenham ampla capacidade de integração com plataformas robustas, como ERPs e outras ferramentas de gestão também em nuvem, garantem visibilidade, flexibilidade, segurança, disponibilidade de dados, minimização de erros e outras vantagens operacionais e gerenciais.

Conector Gesplan: a tecnologia que proporciona dados em tempo real

Pensando na importância da integração entre sistemas para o fortalecimento da tesouraria e da gestão do negócio, a Gesplan desenvolveu uma poderosa ferramenta de integração: o Conector Gesplan

Com base em sua vasta experiência na área e na parceria com gigantes como Totvs, Oracle e SAP, a tecnologia foi desenvolvida para promover integração entre qualquer ERP do mercado.

A tesouraria que conta com o Conector Gesplan pode reunir os principais recursos utilizados em sua rotina com segurança e confiabilidade, garantindo segurança e desempenho, com uma gestão ainda mais moderna e competitiva.

A ferramenta fornece:

  • Monitoramento integral do status de integração;
  • Visibilidade do fluxo de execução dos serviços, processos e etapas;
  • Registro e correção de erros de Software, detalhado por produto e funcionalidade que causou a exceção; 
  • Registro e notificação de erros por intervenção humana, durante a execução de processos complexos; 
  • Notificação de processos em situações críticas;
  • Aumento da capacidade de intervenção, gestão e controle sobre áreas sensíveis.

Fale agora com nossos especialistas e entenda como a integração de sistemas para a tesouraria pode ser mais segura e eficiente com o Conector Gesplan.

Para mais informações sobre tecnologias na tesouraria, assista nosso webinar, no qual reunimos especialistas para falar sobre segurança de dados com sistemas especializados, transações eficientes e tecnologia em nuvem para decisões ágeis da área!

Webinar Tecnologias na Tesouraria

04 Abril 2024

FP&A: O que é e por que é fundamental para a sua empresa?

Envolvendo atividades de planejamento, previsão, orçamento e funções analíticas, O FP&A é um conceito eficiente para...

Continue lendo
20 Março 2024

O Papel do profissional de TI na Transformação Digital da Gestão Financeira

O sucesso de uma companhia vai muito além da gestão de capital. Hoje, a integração entre times é o verdadeiro impulsiona...

Continue lendo
21 Fevereiro 2024

Mercado de capitais: o que podemos esperar para 2024?

Quem acompanha o universo dos investimentos sabe: em 2023, o mercado de capitais passou por momentos difíceis. Mas quais...

Continue lendo