+55 (47) 2101-7070
Voltar

Tesouraria colaborativa: a tecnologia como aliada na gestão de equipes

07 Novembro 2023

É fato que, para atuar como peças-chave nas decisões estratégicas de uma corporação, os gerentes financeiros enfrentam diversos desafios. Além da necessidade de processos mais ágeis para que possam realizar uma análise de dados assertiva e eficiente, eles também precisam se concentrar em uma boa gestão da sua equipe, afinal, a tesouraria colaborativa não é só decisiva, mas também precisa ser altamente segura e integrada, já que lida com informações extremamente sensíveis e recebe dados de diversos departamentos da empresa.

A questão é que, sem uma boa gerência, o time financeiro pode sofrer com diversas situações, como erros – principalmente em inserções manuais –, má gestão de riscos, e até a falta de alinhamento com os objetivos gerais. Isso tudo cria gargalos que devem ser superados para que os dados processados e analisados por esses profissionais cumpram exatamente com o que se espera deles.

Para contornar esses obstáculos, o caminho para o gerente é focar em uma boa gestão, valorizando profissionais, apontando os melhores cenários, estando atento aos detalhes e mantendo o setor sempre orientado ao negócio. A boa notícia é que, apesar de não ser uma tarefa fácil, essa atuação pode ser facilitada com o uso de ferramentas inovadoras.

5 aspectos em que a eficiência da equipe beneficia a reputação do Gerente Financeiro

Investir em processos que permitam o alinhamento operacional e estratégico das equipes impacta diretamente no desenvolvimento de uma tesouraria colaborativa e eficaz, além de trazer valor para o gerente financeiro e, é claro, para toda a corporação. 

Em outras palavras, um gestor que sabe orientar seus aliados na jornada empresarial observa diversos benefícios ao longo do caminho, como:

1. Assertividade financeira

Uma equipe bem gerida na tesouraria torna os processos financeiros mais claros e objetivos. Isso tem impacto direto nos negócios da empresa, já que garante mais assertividade nos dados a serem analisados e utilizados para a tomada de decisões estratégicas.

New call-to-action

2. Mais eficiência

Uma equipe que é assistida e incentivada a atuar de maneira afinada e de acordo com os objetivos da companhia torna todos os processos menos burocráticos e, consequentemente, mais rápidos. Assim, aspectos críticos da gestão financeira corporativa, como a produção de relatórios, pagamentos a fornecedores e muitos outros, se tornam mais ágeis e abrem espaço para o papel essencial da tesouraria de propor insights estratégicos.

Em resumo, todo o operacional é impactado positivamente para que o setor possa assumir seu papel de agente decisivo nas decisões da empresa.

3. Melhor uso de recursos

A aplicação incorreta de recursos pode ser um grande problema na tesouraria, principalmente por resultar em gastos desnecessários e processos lentos. No entanto, um gestor inteligente sempre amplia a sua visão, abarcando tudo aquilo que tem à sua disposição, desde itens materiais até o próprio tempo.

Isso permite que todos os gastos sejam controlados de maneira previsível e efetiva, além de manter as despesas organizadas e os orçamentos otimizados.

4. Gestão de riscos eficiente

A gestão de riscos é outro fator que acaba sendo otimizado com uma boa gestão. Por tratar de dados sensíveis, o setor acaba sendo alvo de fraudes ou problemas envolvendo a falta de conformidade com regulamentações – o que expõe a empresa de maneira desnecessária e pode gerar um efeito cascata negativo. Mas, com um bom trabalho do gerente financeiro, a equipe identifica e monitora os riscos com mais agilidade e clareza, o que é essencial para evitar problemas.

Segurança da Informação na Tesouraria

5. Alinhamento de objetivos

Por fim, a gestão eficaz da equipe financeira também mantém todos bem alinhados com os objetivos da corporação. Assim, fica mais fácil garantir que todos estão trabalhando com o mesmo foco e buscando as melhores estratégias para que essas metas se tornem concretas o quanto antes.

Tesouraria colaborativa: a tecnologia como aliada na gestão de equipes

 

shutterstock_2123029691

A verdade é que o valor estratégico da tesouraria depende da habilidade dos gerentes financeiros de gerir bem seu time e contar com as melhores ferramentas nesse esforço, automatizando, inclusive, as funções operacionais. É assim que nasce um setor não só colaborativo, mas digitalizado e inteligente.

Essas ferramentas agregam diversas funcionalidades essenciais para elevar o valor estratégico, decisivo e eficiente da área:

  • Automação de processos

O primeiro efeito do uso bem-sucedido da tecnologia na tesouraria é a automatização de processos rotineiros, como dar entrada em informações e criar relatórios. Além de tomar muito tempo, eles são grandes focos de erros por inserções manuais. Assim, contando com as ferramentas certas, a equipe, bem alinhada e gerenciada, pode usar seu tempo para investir em questões mais estratégicas, assumindo seu papel fundamental para a corporação.

  • Segurança dos dados e cálculos automatizados

Erros manuais são comuns na inserção de dados financeiros, especialmente quando há um grande volume de informações e transações. No entanto, eles podem causar grandes problemas a curto, médio e longo prazo. Por isso, Softwares de gestão financeira são a melhor maneira de superar esse problema, já que realizam cálculos e inserções de maneira automatizada, especialmente quando há integração com outros sistemas utilizados na empresa.

  • Integração com ERPs

Diante do uso de diversos sistemas corporativos para automatizar tarefas e gerar resultados, a integração se torna fundamental para garantir que tudo funcione de maneira conjunta, inclusive compartilhando informações. Softwares financeiros devem permitir uma conexão simples com ERPs para que esse esforço seja bem-sucedido e a equipe da tesouraria tenha acesso fácil a todos os dados de que precisa, criando projeções e relatórios de maneira automatizada.

  • Rastreabilidade

Por fim, mas certamente não menos importante – especialmente para um setor com dados sensíveis, como o de finanças – a rastreabilidade. O uso das ferramentas certas permite ter acesso a todas as alterações realizadas no sistema e, ainda, clareza sobre quem as realizou. Assim, todas as atividades são acompanhadas de perto e é possível voltar às etapas em que houve algum erro ou, até mesmo, ações maliciosas.

Alcance o patamar de tesouraria inteligente e colaborativa com as soluções Gesplan

Com experiência no desenvolvimento de ferramentas eficazes para o setor financeiro, a Gesplan conhece os principais desafios e necessidades da área – estando ciente também de suas oportunidades e capacidade estratégica. Assim, desenvolvemos soluções que agregam todas essas funcionalidades, garantindo mais segurança, facilidade, eficiência, rastreabilidade e inovação.

Nosso propósito é equipar o gerente financeiro com tudo que é necessário para uma gestão bem-sucedida de suas equipes e para levar a tesouraria a uma realidade colaborativa e altamente estratégica.

Quer conhecer nossas soluções e descobrir o que elas podem fazer pela tesouraria da sua empresa? Fale com nossos especialistas!

16 Maio 2024

5 vantagens que os sistemas financeiros em nuvem proporcionam para o setor de TI

Cada vez mais populares no universo corporativo, as tecnologias em nuvem são as maiores aliadas dos times de TI em muita...

Continue lendo
02 Maio 2024

Qual é o melhor caminho para implantar a IA na gestão financeira empresarial?

O uso de IA em finanças tem proporcionado a líderes e especialistas a oportunidade de trabalhar em conjunto com ferramen...

Continue lendo
25 Abril 2024

Como escolher um sistema para gestão de tesouraria?

Ao escolher um software para as finanças, analisar processos, regras de compliance e integrações com ERPs é essencial.

Continue lendo