+55 (47) 2101-7070
Voltar

Tecnologia em Finanças: 6 tendências para Blockchain no mercado financeiro

12 Abril 2023

Segurança de dados, acompanhamento de transações, criação de contratos inteligentes e tokenização: a tecnologia Blockchain vai favorecer todas essas operações.

O relatório "The Treasurer's Toolkit", realizado pela Refinitiv, trouxe respostas de 250 CFOs de todo o mundo sobre a importância da tesouraria corporativa e o que se espera do profissional dessa área no futuro. Entre as cinco qualificações mais importantes desses profissionais, o bom relacionamento com a tecnologia e o conhecimento sobre soluções inovadoras aparecem em destaque. 

A verdade é que há muito tempo os líderes financeiros saíram de uma função de backoffice para se tornarem figuras ativas na gestão estratégica de empresas de diversos setores. 

Nesse trabalho, previsibilidade, transparência e rastreabilidade se tornaram essenciais para garantir o desenvolvimento de um bom planejamento de capital e, consequentemente, a sustentabilidade de um negócio.  É aí que os recursos tecnológicos - mais especificamente o Blockchain - tem se mostrado um grande aliado, oferecendo dados relevantes para uma tomada de decisão mais eficaz e remodelando a maneira de fazer negócios através de transações seguras.

Quando se pensa sobre tecnologia em finanças, a presença desse recurso no setor só tende a avançar, atingindo positivamente cada vez mais as operações da área financeira.

Blockchain no setor financeiro: onde a tecnologia tende a estar presente nos próximos meses

Comparado a um banco de dados descentralizado, o Blockchain é conhecido por criar transações extremamente seguras, dispensar intermediários, ser inviolável e trazer mais agilidade para as operações financeiras. Não é à toa que pagamentos, tokenizações, liquidações entre organizações e outras atividades têm sido impactadas por ele.

1 - Segurança de dados

Quando se fala em transações financeiras em nuvem, cibersegurança é a palavra-chave para garantir que os dados não fiquem expostos ou sejam facilmente acessados em ataques maliciosos. Aqui, o Blockchain atua criando processos muito mais seguros e, consequentemente, informações protegidas, sendo referido até mesmo como "o futuro da segurança da informação".

A principal função dessa tecnologia está em sua estrutura descentralizada, ou seja, não há um banco de dados central armazenando todas as informações. Além disso, a criptografia também faz parte do processo, criando uma barreira de proteção robusta e se somando a um algoritmo que checa as transações e acessos regularmente para verificar tentativas de violação.

Por esses e outros fatores, a segurança de dados corporativa pode se aproveitar do blockchain para elevar ainda mais seus níveis de proteção.

2 - Pagamentos e acompanhamentos das transações

Uma das características do Blockchain é sua atualização em tempo real. As transações realizadas são validadas pela rede e incluídas em blocos, adicionados, então, a uma cadeia de blocos já existente. Todo esse processo é registrado cronologicamente e fica disponível somente para quem tem autorização para acessar as informações.

Com isso, as equipes acompanham todas as transações feitas exatamente ao mesmo tempo em que acontecem, com todas as atualizações e alterações. Além de facilitar auditorias, esse fator permite que os tesoureiros e gestores financeiros tenham uma visão clara e realista das atividades, facilitando a tomada de decisões assertivas e a criação de planejamentos estratégicos para o capital corporativo.

New call-to-action3 - Tokenização

O processo de tokenização, que permite transformar ativos físicos em códigos digitais, é uma tendência no mundo financeiro como uma representação de valor. Esse processo é feito de maneira segura pela tecnologia Blockchain, tanto na aquisição quanto no registro desses ativos. Assim, são criados registros confiáveis e imutáveis, com processos automatizados e muito mais eficientes.

Segundo o relatório "Banking on Blockchain: A Value Analysis for Investment Banks", realizado pela McLagan, utilizar a tokenização através do Blockchain pode reduzir em até 30% o custo da infraestrutura bancária - um grande ganho para qualquer organização.

4 - Implementação de contratos inteligentes

Os contratos inteligentes são programas que executam automaticamente determinadas ações quando uma condição pré-estabelecida é atendida. Funcionam quase como uma automação de negociações e execução de qualquer tipo de transação contratual, facilitando o processo e eliminando intermediários.

Para que essas soluções funcionem conforme o esperado e ofereçam a imutabilidade e a irreversibilidade necessárias, o Blockchain é utilizado de maneira semelhante a um sistema operacional. Assim, os contratos ficam criptografados, de fácil acesso pelos agentes do processo e permitem a detecção de qualquer acesso estranho.

Contratos inteligentes combinados a tecnologia Blockchain se tornam ativos valiosos para agilizar processos e eliminar atrasos, principalmente por não envolverem interações manuais e reduzirem custos e atritos.

5 - Liquidações entre empresas

As transações entre empresas também têm sido e serão cada vez mais impactadas pela tecnologia, com automação e o uso de contratos inteligentes, que ativam automaticamente as condições pré-estabelecidas. 

O ganho trazido pelo Blockchain nesse tipo de transação é o acompanhamento em tempo real, o que facilita a transparência e a relação comercial. A eficácia dessas transações passa a ser garantida, os intermediários são reduzidos e as liquidações acontecem com mais rapidez.

6 - Regulamentação de criptomoedas

Atualmente, tem se tornado comum as criptomoedas serem aceitas por diversas instituições como métodos de pagamento. No entanto, sua volatilidade dificulta esse processo e traz inseguranças tanto para usuários quanto para as empresas, exigindo o desenvolvimento de regulamentações para esses casos específicos.

Nesse sentido, a tecnologia aparece com camadas de segurança e informações criptografadas para manter pagamentos digitais protegidos e eficientes. Inclusive, para driblar a volatilidade desses ativos digitais, diversas instituições financeiras têm experimentado as stablecoins nos pagamentos. Elas são moedas digitais vinculadas a outras moedas, como o dólar e o euro, por exemplo, e, portanto, mais estáveis.

Tecnologia em finanças: o valor que o Blockchain terá nos próximos anos

O Blockchain chegou para ficar e promete trazer ainda mais impactos ao setor financeiro nos próximos anos. Com isso em mente, a PwC realizou o relatório “Tempo de Confiança”, com opiniões de grandes profissionais da economia sobre os impactos dessa tecnologia até 2030.

O documento explora diversos segmentos, como pagamentos, procedência, identidade, contratos e resolução de disputas e engajamento do cliente – todas questões essenciais para as transações financeiras.

Lucy Gazmararian, consultora de criptomoedas e fintech da PwC Hong Kong, destacou o potencial de inclusão financeira do Blockchain, principalmente por cortar custos, acelerar transações e simplificar os pagamentos. Segundo ela, “essas inovações poderosas transformarão a infraestrutura de pagamentos”.

A rastreabilidade também foi destacada pelo líder global de Serviços Financeiros da PwC Suíça, Guenther Dobrauz, como fator essencial para resolver disputas em transações contratuais e sistemas complexos, com ferramentas como os contratos inteligentes para automatizar esses processos. Para Dean Armstrong, CEO da Proof of Trust, "a continuidade das empresas exige que questões sejam determinadas usando tecnologia de nível empresarial com acesso remoto e expertise humana. O Blockchain é fantástico em resolver disputas corporativas porque tem sua própria trilha de auditoria evidencial, integrada em seu núcleo"

Mas não são só as empresas que têm benefícios, os consumidores também, já que a cadeia criptografada e segura do Blockchain “gera valor de forma justa para todos os envolvidos”, como citado por Haydn Jones, especialista sênior no mercado de Blockchain da PwC Reino Unido.

Com automatização de processos e o acompanhamento de transações em tempo real, essa tecnologia promete impactar cada vez mais a economia em todas as suas escalas ao redor do mundo, especialmente no ambiente corporativo. Tokenização, segurança de dados, contratos inteligentes e relacionamentos empresariais são só o começo de uma nova maneira de construir uma gestão financeira de valor.

Kit Jornada do CFO

 

 

04 Abril 2024

FP&A: O que é e por que é fundamental para a sua empresa?

Envolvendo atividades de planejamento, previsão, orçamento e funções analíticas, O FP&A é um conceito eficiente para...

Continue lendo
20 Março 2024

O Papel do profissional de TI na Transformação Digital da Gestão Financeira

O sucesso de uma companhia vai muito além da gestão de capital. Hoje, a integração entre times é o verdadeiro impulsiona...

Continue lendo
21 Fevereiro 2024

Mercado de capitais: o que podemos esperar para 2024?

Quem acompanha o universo dos investimentos sabe: em 2023, o mercado de capitais passou por momentos difíceis. Mas quais...

Continue lendo